Participe do Workshop Django Girls Porto Alegre

Olá!

Nos dias  17 (das 19h as 21h) e 18 (das 8h30 as 18h) de março vai acontecer o workshop Django Girls em Porto Alegre.

O Django Girls é um evento que propõe o ensino de ferramentas para meninas e mulheres construírem suas ideias! Nós acreditamos em promover a autonomia tecnológica entre as mulheres das mais diversas formas. Queremos dar a você uma oportunidade para aprender a programar e tornar-se uma mulher desenvolvedora, assim como nós!
Esse evento é para todas, não importa raça, religião, orientação sexual ou identidade de gênero. Nosso objetivo é sermos capazes de receber todas que buscam novidades e têm interesse em conhecer uma área nova. Todas serão muito bem-vindas!
Então, se você é uma mulher e quer entender como fazer websites, temos uma excelente notícia para você! O curso é para iniciantes, então não é necessário nenhum conhecimento prévio em desenvolvimento. Quem participar irá conhecer pessoas incríveis e ficar cheia de vontade de aprender mais sobre tecnologia.

Fonte:  Django Girls POA

O evento será no TECNOPUC que fica na Av. Ipiranga, 6681- Porto Alegre- RS

Se você quer participar como voluntário auxiliando a tirar dúvidas no evento você pode se inscrever clicando AQUI.

Para mais informações envie uma mensagem para portoalegre@djangogirls.com

TI por Elas: Luciane Baldo

Olá!

Hoje vamos conhecer a trajetória da Luciane Baldo, assisti uma palestra no Agile Brazil do ano passado e entrei em contato com ela para podermos conhecer um pouco mais sobre a história dela na TI.

A Luciane nasceu na cidade de Dois Vizinhos, Sudoeste do Paraná e atualmente mora em  Maringá – PR, ela atua como Analista de Negócios/Requisitos, trabalho na empresa DB1 Global Software. Ela está na área a Aproximadamente 10 anos e já atuou na área de Suporte a cliente e Homologação de Software. Formada em Tecnólogo em Informática pós-graduada em Gestão contábil pela UTFPR e Engenharia de Software pela Univel Cascavel.Participação em disciplinas na condição de aluna externa do Programa de Mestrado em Informática da UTFPR, campus Cornélio Procópio, linha de pesquisa Engenharia de Software.

O que faz meus olhos brilhar e meu coração disparar é a palavra “desafio”. O fascínio, a liberdade de propor novas soluções que facilitarão o dia-a-dia das pessoas!

(more…)

Participe da Campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher

Olá!

No ano passado aconteceu a campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher. Essa é uma campanha mundial e aqui no Brasil é promovida pelo Governo Federal desde 2003.

Encontrei várias peças dessa campanha e acredito que vale a pena participar mesmo depois do período oficial. Uma forma de participar é publicar nas suas redes sociais essas peças durante 16 dias e também usar a hashtag #PODEPARAR.

Tenho certeza de que com essa atitude simples você conseguirá mobilizar algumas pessoas do seu círculo de amigos e esse movimento se propagará para muitas pessoas.

Para mais informações sobre a campanha acesse.

Como incentivar mulheres no Linux

Olá!

O Paulo Santana fez um trabalho super bacana de tradução de um texto da Valerie Aurora sobre com incentivar as mulheres no Linux. Ele percebeu que os problema citados no texto que foi escrito em 2012 ainda não pertinente nos dias de hoje!

Lembro que quando comecei a ir para os meus primeiros eventos de Software Livre como o FISL em 2005, a Sulamita era uma referência em palestras sobre os problemas com preconceitos que as mulheres enfrentavam (e ainda enfrentam) na área de TI e especialmente nas comunidades de Software Livre. Ela liderava as LinuxChix Brasil, e obviavamente também era referência em palestras de assuntos técnicos diversos sobre Software Livre.

Decidi então fazer o download dos arquivos do HOWTO e revisar a tradução, fazendo pequenas correções para deixar o o texto mais claro e coerente.

Como citei anteriormente, o HOWTO foi escrito em 2002 mas é incrível como os problemas citados são ainda muito atuais. É bom lembrar que naquela época o principais meios de comunicação em grupo na internet eram as listas de discussões por email e os canais de IRC. Ainda não existiam redes sociais como Facebook e Twitter. Se por um lado ao longo dos anos a maioria dos homens está aprendendo a lidar de forma correta com a participação das mulheres e passando a respeitar suas opiniões, especificidades, etc, por outro lado as redes sociais potencializaram a voz daqueles que ainda insistem infelizmente em externalizar seus preconceitos.

(more…)

Vagas na PLAN International Brasil

Olá!

Plan International Brasil está com algumas vagas de emprego para quem quer começar o ano com o pé direito!

Sobre a PLAN:

A Plan International Brasil desenvolve programas e projetos com o objetivo de capacitar e empoderar crianças, adolescentes e suas comunidades, para que adquiram competências e habilidades que os ajudem a transformar suas realidades.

plan

Vagas abertas!

  • Auxiliar Administrativo – PI
  • Assistente Administrativo – BA
  • Coordenador(a) de Construção de Relacionamento – MA
  • Educadores(as) Sociais – MA

Para mais informações clique AQUI.

TI por Elas: Alessandra Costa Smolenaars Dutra

Olá!

Durante o mestrado fui colega de turma da Alessandra e ela tem um história de vida muito inspiradora! Por isso achei que seria muito legal compartilhar com vocês!

A Alessandra é Bacharel em Ciências da Computação na UFSC, Mestrado em Sistemas de Informação na UFSC, Doutorado em Ciências da Computação na PUC-RS MBA em Gerenciamento de Projetos na FGV-RS, Pós-MBA em Portfólio de Projetos na FGV-RS.

Atualmente ela é  Professora na PUC/RS – Nos cursos de Sistemas de Informação, Engenharia da Computação e Engenharia de Software, Gerente de Projetos no Centro de Inovação – Microsoft – PUC e também Professora na FGV nos cursos de MBA e Pós-MBA. Ela também é mãe da Marcela, do Guilherme e do Gabriel. 🙂

(more…)

Oportunidade de trabalho na ONU Mulheres

Olá!

Tem vontade de trabalhar na ONU Mulheres?! Então você precisa ver essa vaga!

A vaga é dirigida a profissionais com mestrado ou titulação equivalente nas áreas de Ciências Políticas ou Sociais ou campos relacionados, fluência em Português e Inglês e experiência mínima de oito anos em implementação, monitoramento e avaliação no desenvolvimento de projetos ou programas em âmbito nacional ou internacional. É necessária experiência em igualdade de gênero e direitos humanos das mulheres. São recomendáveis experiências profissionais em projetos e programas para a eliminação da violência contra as mulheres e meninas e/ou direitos sexuais e direitos reprodutivos, em princípios e abordagens na área de Gestão Baseada em Resultados e nas Nações Unidas, além de fluência em Espanhol.

onumulheres
O trabalho consiste no apoio à análise e à investigação da situação política, social e econômica no Brasil em suporte ao planejamento estratégico da ONU Mulheres, participação na concepção e na formulação de iniciativas de projetos, facilitação no relacionamento colaborativo com outras agências da ONU, parceiros governamentais, ONGs, especialistas por meio da conclusão e eficiência nas atividades desempenhadas, aplicação eficaz das ferramentas de Gestão Baseada em Resultados (RBM) durante todo o ciclo de gestão do projeto e gerenciamento de projetos em concordância com o Manual Programático de Operações (POM).

Para mais informações clique AQUI.