Ajude no Financiamento Coletivo para o Instituto Maria da Penha

Olá!

Muitos de vocês já devem ter ouvido falar na Lei Maria da Penha, que foi estabelecida para aumentar o rigor nas punições dos crimes domésticos. Infelizmente a violência contra a mulher ainda é constante no Brasil e felizmente essa lei tem ajudado a melhorar a vida de muitas mulheres. As principais mudanças que aconteceram após a criação dessa lei dizem respeito aos seguintes aspectos: Competência para julgar crimes de violência doméstica, Detenção do suspeito de agressão, Detenção do suspeito de agressão, Desistência da denúncia, Penas, Medidas de urgência e medidas de assistências.

(more…)

Pesquisa sobre Igualdade de gênero e ciência da computação

Olá!

O Maurício Correia e a Ana Cristina estão realizando uma pesquisa sobre Igualdade de gênero e ciência da computação e quanto mais mulheres responderem maior será a exatidão dos resultados.

 

 

 

Sobre a pesquisa:

Este formulário tem o objetivo de buscar informações qualitativas e quantitativas de mulheres a respeito da igualdade de gênero nas áreas mencionadas, em especial nas redes sociais e nas artes eletrônicas, inclusive videogames, a fim de enriquecer uma apresentação acadêmica  denominada “Tecnodependência, redes sociais, arte e sexismo”, constante da programação do VI SIMPÓSIO MUNDIAL DE ESTUDOS DA LÍNGUA PORTUGUESA  (SIMPÓSIO 79: Subjetividades e marcas urbanas em PB: valorizando a diversidade e empoderando identidades não hegemônicas). Agradecemos desde já a colaboração e asseguramos que todas as informações aqui prestadas são sigilosas e serão utilizadas exclusivamente para fins acadêmicos.

Acesse o formulário clicando AQUI.

Participe do Workshop Django Girls Porto Alegre

Olá!

Nos dias  17 (das 19h as 21h) e 18 (das 8h30 as 18h) de março vai acontecer o workshop Django Girls em Porto Alegre.

O Django Girls é um evento que propõe o ensino de ferramentas para meninas e mulheres construírem suas ideias! Nós acreditamos em promover a autonomia tecnológica entre as mulheres das mais diversas formas. Queremos dar a você uma oportunidade para aprender a programar e tornar-se uma mulher desenvolvedora, assim como nós!
Esse evento é para todas, não importa raça, religião, orientação sexual ou identidade de gênero. Nosso objetivo é sermos capazes de receber todas que buscam novidades e têm interesse em conhecer uma área nova. Todas serão muito bem-vindas!
Então, se você é uma mulher e quer entender como fazer websites, temos uma excelente notícia para você! O curso é para iniciantes, então não é necessário nenhum conhecimento prévio em desenvolvimento. Quem participar irá conhecer pessoas incríveis e ficar cheia de vontade de aprender mais sobre tecnologia.

Fonte:  Django Girls POA

O evento será no TECNOPUC que fica na Av. Ipiranga, 6681- Porto Alegre- RS

Se você quer participar como voluntário auxiliando a tirar dúvidas no evento você pode se inscrever clicando AQUI.

Para mais informações envie uma mensagem para portoalegre@djangogirls.com

TI por Elas: Luciane Baldo

Olá!

Hoje vamos conhecer a trajetória da Luciane Baldo, assisti uma palestra no Agile Brazil do ano passado e entrei em contato com ela para podermos conhecer um pouco mais sobre a história dela na TI.

A Luciane nasceu na cidade de Dois Vizinhos, Sudoeste do Paraná e atualmente mora em  Maringá – PR, ela atua como Analista de Negócios/Requisitos, trabalho na empresa DB1 Global Software. Ela está na área a Aproximadamente 10 anos e já atuou na área de Suporte a cliente e Homologação de Software. Formada em Tecnólogo em Informática pós-graduada em Gestão contábil pela UTFPR e Engenharia de Software pela Univel Cascavel.Participação em disciplinas na condição de aluna externa do Programa de Mestrado em Informática da UTFPR, campus Cornélio Procópio, linha de pesquisa Engenharia de Software.

O que faz meus olhos brilhar e meu coração disparar é a palavra “desafio”. O fascínio, a liberdade de propor novas soluções que facilitarão o dia-a-dia das pessoas!

(more…)

Participe da Campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher

Olá!

No ano passado aconteceu a campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher. Essa é uma campanha mundial e aqui no Brasil é promovida pelo Governo Federal desde 2003.

Encontrei várias peças dessa campanha e acredito que vale a pena participar mesmo depois do período oficial. Uma forma de participar é publicar nas suas redes sociais essas peças durante 16 dias e também usar a hashtag #PODEPARAR.

Tenho certeza de que com essa atitude simples você conseguirá mobilizar algumas pessoas do seu círculo de amigos e esse movimento se propagará para muitas pessoas.

Para mais informações sobre a campanha acesse.