Uncategorized

Links Imperdíveis da Semana – 20/03

A semana está terminando e hoje tem os links da semana. Para conferir é só clicar nas imagens.

O site M de Mulher fez uma lista com as 30 mulheres com menos de 30 anos contando um pouco da história de cada uma. Notei que tem uma mulher com 30 anos, então para quem leva ao pé da letra o título deveria mudar para Mulheres com até 30 anos 🙂

Encontrei links bacanas na política, o primeiro deles é sobre o futuro das mulheres no esporte.

O segundo é o encontro que aconteceu na bancada feminina do congresso para debater sobre a participação feminina na política.

Joomla Day e Mulheres no Joomla

Para começar, afinal o que é Joomla?

Joomla! (pronuncia-se djumla) é uma plataforma ou CMS (Content Management System) que permite a criação e gestão de sítios web dinâmicos. Criado em 2006, o Joomla! tornou-se o CMS em maior expansão sendo provavelmente o CMS mais procurado, com a maior comunidade e mais recursos disponíveis.Fonte: Comunidade Joomla

O Joomla Day é um evento que vai acontecer em setembro em várias cidades do mundo, o de Riberão Preto você pode conferir a prévia da programação clicando AQUI.

Quem quiser acompanhar as notícias do evento pelo twitter é só seguir o @JoomlaDaySP

Além dos eventos, encontrei o grupo das Mulheres no Joomla que tem um site bem legal, com depoimentos de mulheres e com o objetivo de estimular a participação de mulheres na comunidade Joomla.

Segundo a definição do site:

Essa é a lista das Joomleiras que contribuem ou são membros ativas na comunidade Joomla! Nacional e Internacional. Por meio dela, queremos:

– Combater a invisibilidade das mulheres em nossa comunidade e

– Destacar o valor das contribuições das mulheres para o Joomla.

TI por Elas: Valéria Dias

Oi pessoal!

Hoje é o primeiro post do TI por Elas deste ano, se você conhece alguma mulher da TI que tem uma história inspiradora envie para o blog para a gente compartilhar!

A entrevistada de hoje é a Valéria Dias. Ela mora em Porto Alegre e a conheci quando fiz mestrado na PUCRS e é a primeira Analista de Testes que entrevistei para o TI por Elas.

Blog: Qual a dica de qualificação para quem quer seguir na área de testes

Sobretudo manter-se antenado em tudo que diz respeito à tecnologia. Adicionalmente, cultivar uma visão mais ampla e analítica, mantendo contado com o desenvolvimento e suas ferramentas. Um bom tester não isola seus conhecimentos, mas sim procura expandi-los. Compreender as técnicas e ferramentas empregadas no Mobile, Nuvem etc. pode ser um diferencial a médio prazo.

Blog: Conte um pouco sobre a sua história na área de TI, o que levou a escolher a TI e quando começou a trabalhar na área, como escolheu trabalhar com testes.

Eu queria uma área onde o conhecimento fizesse parte da minha vida, uma área dinâmica e em constante evolução: Ciência da Computação. Na época, eu queria desenvolver sistemas bancários, pois supunha uma complexidade instigante. Senso analítico e metódico me direcionaram para a área de testes, mas comecei com desenvolvimento e estou retomando para o dev.

Blog: Qual foi a sua maior dificuldade quando entrou na área de testes?

Na verdade, foi bem tranquilo pois fiz uma Residência em Engenharia de Software com ênfase em testes, que me deu segurança para entrar no mercado.

Blog: Qual dica você pode dar para iniciantes na área de testes?

Cada projeto teu seu ritmo e cultura, a qual temos que nos adaptar. O tester pode ser mau visto como aquele que aponta os erros do colega. Primeira coisa é a diplomacia e o respeito: é um dever do tester se posicionar como um conciliador e promover o alinhamento das visões. Estudar sempre, aprender sempre e compartilhar sempre.

Blog: Existe alguma pessoa na área da TI que serve ou serviu de inspiração?

Eu gosto muito da Ada Byron, pois ela deixou uma legado importante. Ada fez muito numa época pouco propícia.

Blog: Qual a sua indicação de um livro para iniciantes em TI?

Os seguintes temas: Algoritmos, Lógica de Programação e Estruturas de Dados.

Blog: Quais sites na área de TI que você recomenda?

Coursera.org, lá é possível encontrar vários cursos de ótima qualidade para a área da computação. Grupos de Usuários e listas de discussão são altamente recomendadas(GUMA, GUJ etc.)

Blog: Qual evento que você indica na área de TI?

Depende do foco de cada um. Temos desde Coding Dojo até Conferências internacionais com as maiores feras.

Blog: Qual a sua mensagem de incentivo para as mulheres que trabalham na TI.

Temos que acreditar em nós mesmas, nos preparar, investir no nosso futuro, família, carreira. Sim a gente consegue. Sejamos mais Adas.

Participe da Pesquisa sobre Cultura do Trabalho de Desenvolvedores de Software

Olá!

O Matheus Melo é estudante de Mestrado em Sociologia pela Universidade Federal de Goiás, e está realizando uma pesquisa sobre Cultura do Trabalho de Desenvolvedores de Software e direcionada a desenvolvedor@s, programador@s e engenheir@s de software.

Na mesagem que recebi ele comenta que está com dificuldades para obter respostas de mulheres e por isso postei aqui para a gente dar uma força para a pesquisa dele.

A pesquisa busca auxiliar o mapeamento do campo de trabalho em desenvolvimento de software e na compreensão das influências de suas especificidadades sobre o ambiente e as condições de trabalho.

Para responder o questionário clique AQUI

Quem puder divulgue entre os seus contatos.

Eventos na Semana da Mulher

Olá!

Na próxima semana será comemorado o Dia Internacional da Mulher e é claro que tem muita gente preparando uma programação especial para a data.

A Semana da Mulher na Tecnologia é uma celebração à igualdade e inclusão social por meio da Tecnologia.

Durante toda a semana seguinte ao Dia Internacional da Mulher, promoveremos uma série de eventos práticos e discussões com foco nas mulheres na área de Tecnologia. Nosso objetivo é inseri-las, fortalecê-las e oferecer suporte nesse mercado, historicamente masculino. (…)

Link: Semana da mulher na tecnologia

A Associação de Advogados de São Paulo vai promover a Semana da Mulher com cursos, palestras, gastronomia e outras atividades

Link: Semana da Mulher

“Venha “Conectar. Criar. Celebrar.” com a gente nos eventos do Women Techmakers no Brasil em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Os escritórios do Google de Belo Horizonte e de São Paulo irão sediar discussões com líderes da indústria, oficinas técnicas, sessões de design sprint, oportunidades de networking e muito mais, respectivamente, nos dias 7 e 14 de março.

Para participar dos eventos, que são gratuitos, é necessário preencher um formulário on-line para Belo Horizonte ou para São Paulo. Não demore porque as inscrições para São Paulo ficam abertas somente até o dia 27 de fevereiro e as vagas são limitadas. No caso de BH, as inscrições podem ser feitas até o dia 4 de março.”

Women Techmakers no Brasil em comemoração ao Dia Internacional da Mulher de 7 a 14 de março.

Vestibular: Supere os obstáculos e continue estudando

O mês de março começou e as aulas voltaram para a maioria das escolas e universidades, para quem não passou no vestibular agora é a hora de voltar ao estudos e tentar novamente. Mas não é tão simples assim, lembro que quando não passei no vestibular a sensação foi como se jogassem um balde de água fria e eu tive que me conformar em adiar alguns planos.

Por mais que as pessoas tentem te consolar dizendo que são muitas pessoas que também não passaram é difícil não ter o sentimento de derrota. Sempre estudei em escola pública e como todos sabem a maioria não prepara o aluno para as provas de vestibular e como a muitos também não passei e tive que tentar o vestibular novamente até finalmente alcançar o objetivo.

Separei algumas histórias de pessoas que superaram as dificuldades e conseguiram ingressar na universidade. Sabemos que para quem tem menos recursos as vezes essa é uma oportunidade que realmente vai mudar a vidas delas e pode abrir muitas portas para um futuro melhor. Para ler as histórias deles é só clicar nas imagens.

O Thompson Vitor passou em primeiro lugar para o curso de Multimídia no IFRN. A mãe dele era catadora de lixo, ela pegava os livros que encontrava e levava para casa para o filho estudar.

O curso de medicina é um dos mais concorridos nas universidades e o Wester Vieira que sempre estudou em escola pública aos 19 anos passou para o curso de medicina em 4 universidades. Durante a preparação ele continuou trabalhando e não fez cursinho pré-vestibular.

A Ana Luisa Rocha passou pra medicina em primeiro lugar na USP e UNICAMP.

A Débora do Nascimento também foi aluna de escola pública e passou em primeiro lugar na UNICAMP para o curso de Arquitetura.

Participe do IX Solisc – Congresso Catarinense de Software Livre

Olha que dica legal para quem tem interesse por Software Livre!

“A Associação Software Livre de Santa Catarina realizará nos dias 17 e 18 de abril a 9ª edição do Congresso Catarinense de Software Livre – IX Solisc.

O objetivo do evento é promover o uso do software livre, divulgando experiências de utilização dos sistemas livres, realizando oficinas e promovendo debates e palestras com lideranças das comunidades de usuários, de desenvolvedores e empresas que atuam no setor, além de proporcionar um espaço para troca de experiências.

Todos podem participar do congresso, desde usuários iniciantes a técnicos e programadores. Um dos objetivos do congresso é justamente desmistificar a ideia que se tem de que o software livre, principalmente o sistema operacional Linux, é algo que pode ser usado somente por programadores.”

Local: Faculdade CESUS

Rua José Carlos Daux, Santo Antônio de Lisboa, Florianópolis, SC.

As chamadas de trabalho estão abertas, para mais informações: Clique AQUI

Aprenda aqui: Você sabe o que é Teste de Software?

Olá!

O post de hoje é para quem quer conhecer a área de testes de software.

Blog: O que faz um analista de testes?

O analista de teste é o profissional responsável pela modelagem, elaboração dos casos de testes e elaboração dos scripts de testes.
É o responsável por identificar os itens de testes alvo a serem avaliados pelo esforço de teste, definir os testes que devem ser necessários, coletar e gerenciar os dados e avaliar os resultados.

Blog: Quais conhecimentos técnicos são importantes para o analista de testes? Um analista de testes precisa saber programar?
Não, um analista de testes não precisa saber programar, mas é interessante que tenha conhecimento de lógica para que seja possível elaborar scritps de testes automatizados.
Um bom analista de testes deve ter as seguintes qualidades: ser explorador, criativo, perfeccionista e persuasivo.
Ele precisa conhecer técnicas de modelagem de testes, todo o processo de teste, UML , ferramentas de testes e noções de banco de dados.

Blog: Quais são os tipos de testes de software?

  • Teste funcional – Valida as funções do sistema.
  • Teste de regressão – Verifica se as partes já testadas não foram afetadas por alguma alteração.
  • Teste de volume – Valida se a aplicação suporta grandes quantidades de dados.
  • Teste de segurança – Garante que os dados possam ser acessados apenas por alguns atores.
  • Teste de interface – verifica a interação do usuário com a aplicação para garantir acesso e navegação apropriadas.
  • Teste de usabilidade – Valida a facilidade de uso da aplicação pelos usuários.
  • Teste de integridade – Testa a resistência do sistema a falhas.
  • Teste de estrutura – Avalia a adequação do sistema ao seu design, garante que os link estejam conectados e que o conteúdo apropriado seja exibido.
  • Teste de estresse – Testa o sistema sob condições extremas de uso, testa grandes quantidade de dados.
  • Smoke test – é um teste rápido realizado no sistema, feito em uma única passagem, em geral são utilizados scripts automatizados.
  • Teste de avaliação de desempenho ou benchmark – Teste de comparação com outro sistema.
  • Teste de contenção – Verifica a possibilidade do sistema ter de lidar com a interação de vários atores com mesmo recurso.
  • Teste de carga – Testa o sistema em condições normal de uso. Como por exemplo: tempo de respostas as transações.
  • Perfil de desempenho – Monitora o andamento das transações para identificar “gargalos”.
  • Teste de configuração – Testa se a aplicação funciona em diferentes configurações de hardware ou software.
  • Teste de instalação – Testa se o sistema pode ser instalado conforme o esperado em diferentes configurações de hardware ou software.

Blog: De modo geral, como é feito o teste em uma fábrica de software?

O teste é executado como uma etapa dentro do processo de desenvolvimento de um sistema.
Na fase de levantamento de requisitos, onde se faz o plano de projeto, já se começa a elaborar o documento de plano de teste, nele consta o planejamento das principais atividades de teste, recursos e prazos.
Na fase de análise, enquanto o analista de sistema especifica o sistema, os casos de testes podem ser elaborados simultaneamente, em cima dos diagramas já elaborados pelo analista.
Na fase de construção, a cada Use case construído, um teste unitário poderá ser aplicado, uma vez construído, o teste é iniciado e os casos de testes poderão ser executados.
Os testes finalizam quando todos os casos de testes forem executados com sucesso e todas as incidências houverem sido corrigidas e testadas.

Blog: Hoje em dia é comum falar sobre automação de testes, qual a vantagem de usar esse método?

Sim, automatizar testes pode trazer vantagens como: os testes se tornam mais rápido de serem executados, redução do esforço manual de tarefas repetitivas e diminuição da chance de erro humano.
A automação de testes é um conceito que vem crescendo e é o sonho de toda a empresa, porém, o custo é alto, pois além de exigir ferramentas, é necessário ter mão de obra especializada para tal atividade.

Blog: Qual a importância de teste de software no processo de desenvolvimento?

A grande preocupação das empresas está em alcançar o mais rápido possível a eficiência nas operações, e para isso, investem cada vez mais em tecnologia. Elas buscam aperfeiçoar suas operações internas com sistemas informatizados, na qual o risco de um problema pode impactar de forma muito significativa no negócio.
Para minimizar cada vez mais esses riscos, as empresas de desenvolvimento de sistemas vêm se preocupando em atuar em um processo de qualidade de software, garantindo com isso o atendimento as necessidades dos clientes.
O processo de teste faz parte desse processo de qualidade, pois com a execução de testes é possível garantir a qualidade do produto final, se ele está conforme o que foi especificado e se atende todas as expectativas do cliente.

Blog: Quais certificações um analista de testes pode obter? As empresas valorizam esse tipo de certificado?

Sim, as empresas valorizam a certificação razão pela qual é um diferencial no currículo. Isso pode ser observado não só na área de testes mas nas demais áreas também.
Existe uma lista considerável de certificações de testes que o profissional pode ter, Cristiano Caetano reuniu as principais em seu blog, o link AQUI.

Blog: Quais livros e sites você indica para quem quer iniciar na área de testes?

Incialmente eu recomendaria uma leitura do livro Engenharia de Software – Uma abordagem Profissional (Roger S. Pressman), o livro enfatiza importantes processos e práticas da engenharia de software.

Um livro bom da área de testes que eu tenho e gosto de consultar é: Base de conhecimento em teste de software (Aderson Bastos, Emerson Rios, Ricardo Cristalli e Trayahú Moreira).
Os seguintes sites também são interessantes para quem quer aprender sobre testes:
http://www.qualister.com.br/blog

http://www.linhadecodigo.com.br/

A revista devmedia também publica artigos interessantes sobre testes:

Blog: Como está o mercado de trabalho para analista de testes?

A área de testes é uma área que vem crescendo. Apesar de ainda existirem empresas que não possuem um setor de testes, os profissionais dessa área são bem requisitados, existem muitas vagas no mercado de TI para Analista de testes, e leva o que tem mais experiência. 😉

Blog: Em relação a carreira, quais as opções para crescimento profissional de um profissional na área de testes?

O Analista de testes pode direcionar sua carreia para arquiteto de teste que é a pessoa responsável pela montagem da infraestrutura e ambiente de teste.
O Analista de teste pode se tornar um líder de projeto de teste, que é o responsável pela liderança de um projeto de teste específico, e a partir daí, se tornar um gerente de testes, que é o profissional responsável por gerenciar vários projetos de testes.

Blog: Você acredita que a automação dos testes pode fazer com que a procura por esse profissional diminua?

Não, porque a automação de testes não pode ser aplicada a qualquer projeto. Projetos com ciclo de vida pequenos, não vale a pena dedicar esforços para automatizar, uma vez que o tempo dispensado para isso pode atingir o tempo total do projeto. Além disso, os testes automatizados não podem substituir os testes manuais, já que ainda há situações que necessitam de tarefas intelectuais de análise e pensamento lógico. Testes automatizados não medem usabilidade do sistema.

Karin R. Coelho Quandt

Profissional com formação em Ciência da Computação, Especializada em Engenharia de Projeto de Software com mais de 8 anos de experiência em testes, possui amplo conhecimento em Usabilidade de Software.

Atua como Líder de testes na empresa CINQ Technologies.

Links Imperdíveis da Semana – 20/02

Olá!

A semana passou voando e já estamos na sexta \o/
Confira os links da semana! Para ler a notícia completa é só clicar nas imagens.

O Jogo de Damas está promovendo um concurso cultural para selecionar empreendedoras anônimas que irão contar a sua história no evento que acontecerá em março.

A ThoughtWorks promoverá o Ignite International Girls Hackathon Brazil em Porto Alegre – RS, um evento para garotas de 13 a 23 anos, indique para as amigas!

Achei muito bacana a história da Amie, uma garota que despertou uma resposta supreendente dos criadores do Magic.

Um levantamento da Secretaria de Políticas para Mulheres mostra que existem no Brasil conta com 719 Organismos Governamentais de Políticas para as Mulheres.