Olá,

Hoje vou postar a entrevista que fiz com a Tania Silva do Rails Girls – Porto Alegre. Diferente das outras entrevistas que postei sobre os grupos, esse não é um grupo, mas sim um evento e existe em várias cidades do Brasil.

Antes de começar a entrevista, vou começar com a introdução do que é Ruby On Rails. Essa definição tirei do site Ruby O melhor amigo do Programador.

(..) O Ruby é uma linguagem com um equilíbrio cuidado. O seu criador, Yukihiro “Matz” Matsumoto, uniu partes das suas linguagens favoritas (Perl, Smalltalk, Eiffel, Ada, e Lisp) para formar uma nova linguagem que equilibra a programação funcional com a programação imperativa.

Ele disse com frequência que está a “tentar tornar o Ruby natural, não simples”, de uma forma que reflita a vida.

Elaborando sobre isto, acrescenta:

O Ruby é simples na aparência, mas muito complexo no interior, tal como o corpo humano (...).

Agora vamos a entrevista! 🙂

Blog: Como funciona o Rails Girls?

Basicamente o Rails Girls é um evento de dois dias, voltado para meninas (o que não exclui a participação de meninos), onde procuramos ensinar o básico de programação para web, por exemplo, o que é HTML, CSS, como é a comunicação entre aplicação/usuário/servidor. Isso tudo é feito de uma forma “superficial”, para iniciantes. O desafio delas no segundo dia de evento é criar uma aplicação web que elas decidirem.

Blog: Atualmente, quantas pessoas estão envolvidas na organização dos eventos?

Isso depende, no evento do ano passado em Porto Alegre, tivemos em torno de 4-5 pessoas na organização do evento. A edição que ajudamos a organizar no Uruguay desde ano contou com umas 6-7 pessoas.

Blog: Vocês conhecem grupos de Ruby com trabalhos voltados exclusivamente para ensinar mulheres?

Acho que de Ruby para mulheres apenas o Rails Girls, também tem as gurias do PyLadies, mas esse evento é em Python.

Blog: Quando será o próximo evento?

Ainda não temos uma data fechada, mas estamos planejando para o próximo semestre.

Blog: Quais sites e livros que vocês indicam para quem quer aprender Ruby?

Depende da idade, por exemplo, tem esse livro da Linda Liukas que é bacana para crianças, tem o site Try Ruby que é para iniciantes.

Blog: Qual a dica que vocês podem dar para quem quer aprender Ruby?

Depende do nível da pessoa, se ela for bem iniciante em programação eu indicaria para ela se informar primeiro sobre lógica de programação, variáveis, condicionais e loops. Se ela já tiver essa base, uma dica legal é pegar um código/algorítimo que ela já tenha e codificar novamente em Ruby. Se a pessoa já tem uma noção básica da linguagem Ruby, minha próxima dica é escreva uma aplicação usando Ruby. Não adianta somente ler, precisa colocar em prática 🙂

Blog: Como faço para entrar em contato do Rails Girls – PoA?

O pessoal pode entrar em contato através da página do Facebook ou pode divulgar o meu email (tsilva@thoughtworks.com) que ajudo como puder 🙂

Gostaram da entrevista? Até a próxima!

Compartilhe

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *