Participe do Evento Mulheres Digitais

Olá!

Apareceu no meu feed esse evento e resolvi dar uma olhada na programação e achei muito interessante! Estou pensando fortemente em comparecer porque há tempos estava procurando um evento bacana para ir antes de acabar o ano 😀

O Evento Mulheres Digitais vai acontecer no dia 28 de outubro em São Paulo.

Sobre o evento

“Se antes, a base das estratégias de comunicação era formada por públicos demográficos e estereotipados, hoje marcas, agencias e canais de conteúdo se esforçam para entender os desejos das novas consumidoras e as mudanças que elas vem provocando na economia e, consequentemente, na sociedade.
Mas compreender desejos e mudanças é uma coisa,  criar uma comunicação assertiva é outra. Muitas vezes o que atrapalha esta equação são as informações distorcidas sobre os reais valores destes públicos.”

Local:
Universidade Ṣo Judas РMooca

Auditório da Reitoria

O ingresso está com o valor promocional de R$ 99 até o dia 28 de setembro.

Para mais informações acesse o site clicando AQUI.

Aprenda a Hackear Dados Públicos com Python

Olá!

Se você gosta de analisar dados vai gostar dessa dica! No dia 7 de outubro vai acontecer uma oficina gratuita sobre raspagem de dados.

Ementa do curso:

1. Manhã: introdução à programação com Python. 2. Tarde: iremos responder as perguntas. Quanto o Brasil gastou na Copa do Mundo. Quantas escolas públicas existem, em funcionamento, sem água, luz e esgoto. Como é a evolução do PIB do Brasil, comparado ao do Chile e Uruguai. Quais são as postagens no Twitter em uma determinada região. Como extrair um texto de um PDF. Como é a evolução das menções da palavra “corrupção” no acervo da Folha. 3. Problemas interessantes, mais demorados: Análise das emendas propostas pelos deputados estaduais durante uma legislatura. Listar os funcionários da USP com ganho salarial acima do teto. Evolução da violência contra a mulher. Mapeamento dos refugiados venezuelanos no Amazonas e Roraima. Será que o Uber tem um serviço melhor nas regiões mais ricas de sua cidade.
Alguns exemplos que usam Dados Públicos: Os Discursos da Dilma, Brasil317, Instituto Constituição Aberta, Operação Serenata de Amor.

Local:

ThoughtWorks Belo Horizonte

Avenida dos Andradas, 3000 РSanta Efig̻nia, Belo Horizonte РMG, 30260-070

Belo Horizonte, Minas Gerais

Para fazer a sua inscrição clique AQUI

Participe do Encontro Nacional de Profissionais de TI com Deficiência Visual

Olá!

Esta semana, nos dias 15 e 16  vai acontecer em Recife – PB um evento super legal, o Encontro Nacional de Profissionais de TI com Deficiência Visual. Se vocês mora ou está em Recife não deixe de participar, o evento é gratuito e conta com palestras e oficinas.

Vão ser debatidos assuntos como o processo de seleção inclusivo, integração de pessoas com deficiência nas empresas, inteligência artificial e acessibilidade, desenvolvimento inclusivo de software, dentre outros temas que você pode conferir no site http://www.entidv.com.br/

Para fazer a sua inscrição clique AQUI.

Local:
Porto Digital – Recife – PE
Endereço : Novo prédio do Porto Digital, localizado na Rua do Apolo, 235, com entrada pela Rua do Observatório.

O dia em que uma mulher quebrou 30 anos de silêncio na NFL

Olá!

Está semana a americana Beth Mowins narrou um jogo da NFL no dia 11 de setembro depois de completar 30 anos desde que a última mulher narrou um jogo da liga de futebol americano. Ela será a segunda mulher a narrar um jogo da NFL e a primeira a fazer um jogo transmitido pela televisão.

A Beth tem uma carreira bastante sólida no jornalismo esportivo, ela é narradora desde os anos 90. Separei algumas notícias sobre esse feito histórico, para conferir as matérias é só clicar nas imagens!

O blog Elas no ataque da Maria Eduarda Cardim e Maíra Nunes fizeram uma matéria sobre a trajetória da Beth

No Brasil, a ESPN convidou a Paula Ivoglo para comentar o mesmo jogo.

A Paula tem um site que sobre a NFL chamado NFL de bolsa

 

E no vídeo abaixo vocês podem conferir um pouco da narração da Beth no jogo do do Chargers vs. Broncos

Como infelizmente ainda acontece, teve muitos comentários preconceituosos nas redes sociais só pelo fato da narradora ser mulher. Mas é um passo por vez, acredito que temos que persistir sempre e depois desse jogo eu só espero ver a Beth narrando mais jogos! 😀

Como a comunidade Python trabalha em prol da diversidade?

Olá!

O Twitter é uma das redes sociais que mais uso, principalmente porque consigo saber de várias notícias em poucos minutos. E foi assim que vi um comentário do professor Fernando Masanori sobre como a comunidade Python é receptiva em relação a comunidade LGBTT.

Aproveitei o gancho para fazer uma entrevista sobre diversidade com ele, a Naomi Ceder que atua como chair da directoria da Python Software Foundation, ela  também é a co-fundadora do Trans*Code, um hackday para a comunidade trans, com eventos no Reino Unido, Suíça e EUA. (http://trans.tech, @trans_code) e a desenvolvedora de software Mirian Retka e já posso adiantar que ficou demais!

Blog: Como é o trabalho do projeto Python para promover a diversidade? é algo direcionado para o público LGBTTT ou abrange mulheres, negros e minorias em geral?
Naomi: O trabalho começou principalmente dirigido para as mulheres em geral. Então, à medida que o foco se ampliou, as pessoas LGBT e outras minorias tornaram-se mais visíveis e aceitas. Isso aconteceu primeiro nos EUA, mas agora também está acontecendo no Reino Unido, Europa, Brasil e outros paises.
Em 2014, na PyCon US, tivemos nosso primeiro encontro de Pythonistas LGBT e todos ficamos surpresos com o fato de que 15 de nós estivéssemos na conferência. Agora estamos muitos mais.
Fernando: Como a Naomi disse no seu Keynote na Python Brasil, as comunidades em cada país estão procurando promover não só a diversidade, mas também a inclusão de qualquer tipo de pessoas. Eu trabalho no grupo de trabalho que aprova pedidos de verba para projetos. A composição deste grupo dá uma ideia do esforço pela diversidade, onde você verá pessoas da África, Índia, América do Sul representadas. Em vários pedidos de verba para conferências, eu sou testemunha de que houve um questionamento para pedidos de eventos onde não houvessem poucas ou nenhuma mulher nas palestras. Além disso *nenhum* pedido é concedido a um evento, qualquer evento, que não tenha Código de Conduta. E não qualquer CoC, mas que possuam garantias mínimas, segundo um padrão adotado pela PyCon US.

(more…)

Oportunidade de trabalho: Vaga para desenvolvimento (Front end e Back end)

Olá,

Está semana a Camila entrou em contato para a divulgação de uma vaga para trabalho na empresa dela. Essa vaga é para São Paulo, confira abaixo os requisitos necessários.

Empresa: Globalty
Start Up com mentoria da Escola de Negócios do Sebrae que busca melhoria sua versão de de homologação e continuidade de desenvolvimento. Projeto inovador e com muitos desafios, que certamente somará muito aos participantes.

Descrição da vaga:
Buscamos especialista em desenvolvimento e implementação de  sistema Web (FRONT END e BACK END), nível pleno/sênior, com as qualificações abaixo e que tenha disponibilidade para participar do projeto por 90 dias.
Requisitos:
Experi̻ncia com: HTML 5, CSS3, Jquery e Jquery UI, Java Script, Ajax, Bootstrap 3, Jquery-mask, parallax.js-1.4.2, DataTables-1.10.15, Slim Image, Font Awesome. PHP Verṣo 5.5.12 e Servidor apache 2.4.9, padṛo MVC. Banco de Dados РMySQL.Atuar com PagSeguro.
Modelo de contratação será autônomo ou PJ.
Região: ABCD – SP

Dados de contato, enviar e-mail para  camila.machado@globalty.com.br