Esse ano o Fórum Internacional de Software Livre – FISL e a Conferência Latino-americana de Software Livre – Latinoware, os dois maiores eventos de Software Livre do país, estão promovendo iniciativas para aumentar a participação de mulheres palestrando. Os eventos terão a participação feminina maior e espero que seja grande também em relação as participantes.

Lembro que na edição de 2013 do FISL a Valéria Aurora, diretora executiva e co-fundadoda da Ada Initiative, participou do evento e comentou sobre a pouca participação de mulheres em eventos de Software Livre, ela também elogiou o FISL por estabelecer uma política anti-assédio e ter mulheres palestrantes no evento.

Então, nada melhor para atrair as mulheres para um evento de software livre do que ter elas ministrando palestras/oficinas, certo?

Pois bem, em 2015 tive grata surpresa de ver na página de convidados(as) no site do FISL até o momento 26 mulheres, de um total de 52 pessoas. Está praticamente meio a meio a divisão entre homens e mulheres!

Sendo que para as atividades que são somente mulheres participando o evento terá (até agora):

  • 19 palestras ministradas exclusivamente por mulheres, sendo 2 internacionais: a Karen Michele Sandler e a Deborah Anne Nicholson;
  • 4 painéis;
  • 5 oficinas;
  • 12 mulheres nas atividades diversas divididas com homens.

Outra supresa boa do FISL é que as mulheres convidadas tem perfis diversos, temos desenvolvedoras, ativistas, pesquisadoras, professoras, autora de livros técnicos, jornalista entre outras áreas tudo para gerar boas discussões e troca de experiências!

O FISL vai acontecer de 08 a 11 de julho no Centro de Eventos da PUCRS, as inscrições estão abertas e estudantes tem desconto, para mais informações acesse o site aqui.

Em relação a Latinoware deste ano já conta até agora com 8 mulheres na programação, como o evento vai acontecer de 14 a 16 outubro na ITAIPU e a programação e submissão de palestras ainda não tem data prevista, mesmo assim esperamos que a quantidade de mulheres também aumente.

Para acompanhar as notícias da Latinoware acesse o site aqui.

Fiz esse post porque em eventos de tecnologia em geral é muito comum ter um número reduzido de mulheres e ver esses eventos com a participação feminina maior é muito gratificante.

Participo da organização de alguns eventos noto que as vezes é comum passar despsercebido a quantidade mínima ou nenhuma de mulheres na programação mesmo quando temos opções boas. É sempre bom e importante ter pessoas na organização que pensem em levar maior diversidade de gênero na programação, pois isso certamente só vai somar para aumentar a qualidade do evento.

Compartilhe

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *