DiaInternacionaldaMulher

Mulheres na Tecnologia: As Principais Notícias de 2015 (Parte 2)

A primeira parte deste artigo tratou da falta de mulheres no mercado de TI e as razões que justificam este fato. Nesta segunda parte serão apresentadas as notícias que apresentaram as diversas iniciativas propostas ao longo do ano para atrair mais mulheres para a tecnologia.

Como atrair mais mulheres para a TI?

A falta de mulheres na TI é um problema e muitas ações foram tomadas para tentar auxiliar na mudança desta realidade. Algumas destas ações ocorreram por meio de eventos, cursos, projetos, investimentos, etc. A seguir destacamos algumas destas ações organizadas por categorias.

(more…)

Mulheres na tecnologia – Questão de Família

A busca por maior representatividade feminina nas áreas de STEM (Science, Technology, Engineering and Mathematics) é também uma questão de família. Em setembro de 2015, quando preparava os slides para uma apresentação no primeiro evento organizado pelo grupo Women Techmakers de Curitiba comecei a refletir sobre as razões que me levaram a ser uma mulher na área de Computação.

Nas minhas reflexões comecei agradecendo ao meu avô materno que incentivou minha mãe a estudar. Minha mãe é uma excelente professora de inglês que sempre foi um exemplo de profissional apaixonada pelo seu trabalho e orgulhosa pela independência financeira que este trabalho sempre proporcionou. Minha avó materna, ao contrário, foi impedida de estudar pelo meu bisavó pois como ele dizia: “mulher não precisa saber ler e escrever, senão vai ficar por aí escrevendo carta para namorado”.

(more…)

Homenagem a uma grande mulher guerreira e incentivadora

Antes de tudo, que fique claro: Somos mulheres, cursando Sistemas de Informação e gostamos disso.
Depoimento que talvez se identifique. Que talvez te inspire.
Como uma mulher pode fazer parte desse universo? Onde desde as salas de aulas, a porcentagem do gênero é reduzida? Os “pré” conceitos estabelecidos parecem não poder evoluir com a mesma paridade da área. A tecnologia evolui, mas por que não podemos crescer e sermos simplesmente, o que quisermos?
Eu sou a Munike, sou do time das – poucas – meninas de S.I. do meu campus. Preciso dizer que a área de TI nunca foi a minha primeira opção de curso, que nunca imaginei me deparar com uma realidade tão machista, hostil e desigual entre os gêneros, que me sentia estranha e desmotivada por fazer essa escolha e que no primeiro ano de faculdade pensei inúmeras vezes em desistir. Sim, eu também passei por isso. Tudo isso deve-se em função de tantos esteriótipos de que homens tem mais facilidade do que as mulheres em ciências exatas, e por isso acreditamos nunca conseguir fazer aquilo, exatamente por ser MULHER. Bobagem! Você consegue fazer o que quiser.
Meu nome é Thalia, e como a Munike eu também não imaginava que cursaria algo em TI, mas do nada, lá se vai seu Ensino Médio e você sabe que agora precisa decidir. Não é algo fácil, a pressão te cerca de todos os lados e nem tudo é como parece ser. Aluna de curso técnico em Informática integrado ao Ensino Médio, apaixonada pelo curso, mas com medo… Como escolher algo que em tese, seria para a vida toda? E se isso não fosse possível? Será que podemos ter sucesso? Como aliar um curso a algo que gosta, como ser professora? Um curso que em suma, possui apenas professores. Não professorAS.

(more…)