Olá pessoal!

Hoje no TI por Elas teremos a entrevista com a Loiane Groner, Bacharel em Ciência da Computação e atua profissionalmente como Gerente de projetos (e desenvolvedora, analista de negócios e tester!) no Citibank.

Blog: Conte um pouco sobre a sua história na área, o que levou a escolher a TI e quando começou a trabalhar na área.

Durante a época do ensino médio estava com a cabeça feita para cursar direito. Mas 3 meses antes do vestibular decidi que queria fazer algum curso na área de exatas, pois sempre gostei muito de física e matemática. Só que eu não sabia qual curso fazer, e acabei optando por computação pelo simples fato de gostar de computador! rs

Quando comecei a faculdade, não tinha a mínima noção do que iria aprender. Nunca tinha escutada falar sobre programação (e naquela época ainda não tinha internet de alta velocidade como hoje e a tal da internet ne era tão popular assim pra fazer pesquisa) e tomei um susto quando tive a primeira aula de algoritmos. Fiquei preocupada, pois algumas pessoas da minha sala já tinham algum contato (ensino médio técnico e outros já trabalhavam na área). Na minha primeira prova de algoritmos não fui muito bem (tirei 6.5 – e nunca tinha tirado uma nota baixa assim) e me desesperei.Na época tinha o privilégio de apenas estudar e não trabalhar, e decidi que iria mudar a situação. Comecei a estudar bastaste, pegava livros na biblioteca da faculdade pra resolver exercícios de lógica de programação (na época o youtube estava começando a ser uma novidade, então nada de aulas grátis na internet – que inveja que tenho do pessoal que está fazendo faculdade hoje! rs). Fui melhorando a nota até que tirei 10 na última prova do semestre! Isso foi uma felicidade danada! E foi assim que me apaixonei por programação!

No segundo ano da faculdade, comecei a dar monitoria de Algoritmos e Estruturas de Dados. No terceiro ano, era a monitora de Teoria da Computação (ah, o famoso livro do Cormen, um dos meus preferidos até hoje). No fim do segundo ano, já estava estagiando como desenvolvedora Java – indicação da faculdade para uma empresa parceira da instituição.

E aí não parei mais!

Nessa época ainda morava no Espírito Santo (meu estado natal). Após a formatura da faculdade, recebi uma proposta da IBM para trabalhar na região de Campinas e acabei me mudando para lá!

Foi nessa época também que comecei o blog (jogava muito video-game e tinha decido que queria ocupar melhor o meu tempo), que abriu muitas portas para mim, inclusive a proposta para escrever meu primeiro livro.

Blog: Existe uma mulher na área da TI que serve ou serviu de inspiração para você?

São tantas!

A primeira é a Ada Lovelace, que foi a primeira pessoa a se tornar desenvolvedora na nossa área!

Minhas professoras da faculdade me inspiraram muito.

A Yara Senger e a Fabiane Nardon, duas grandes profissionais da comunidade java.

Além de várias outras profissionais da área. Tento sempre aprender algo.

Blog: Você tem alguma indicação de um livro para iniciantes em TI:

Introdução a Algoritmos (Cormen, Leiserson)

Coleção The Art of Computer Programming – 4 volumes (Donald E. Knuth).

Acho que esses dois são os melhores livros para quem está começando em TI e leitura obrigatória para quem trabalha na área.

Blog: Você tem alguma indicação de um site de TI?

O portal dzone é ótimo pois aborda assuntos de várias áreas. É um grande feed de vários blogs e outros portais.

O Mulheres na Tecnologia é muito legal ver o que outras profissionais estão fazendo (recomendo participar do grupo de discussão também, vários materiais e assuntos são discutidos no grupo).

Blog: Qual evento que você indica na área de TI?

São tantos eventos ótimos que temos hoje. As comunidades no Brasil evoluíram muito nesse sentido.

Acho que o QCON e o TDC são ótimos eventos. Possuem trilhas separadas por assunto, então é como se fossem vários eventos dentro de 1 só. E são eventos para profissionais de várias áreas.

E já que estamos falando sobre mulheres em TI, indico também o Encontro do MNT. Adorei ter participado de um evento onde a maioria dos conferencistas eram mulheres e todas as palestrantes eram mulheres. Foi uma experiência bem diferente! Indico para ambos: homens e mulheres!

Blog: Qual a mensagem de incentivo para as mulheres que trabalham na TI.

Infelizmente ainda somos poucas nessa área (mas fico muito feliz de ver cada vez mais mulheres participando de comunidades e eventos), e infelizmente ainda existe esse preconceito bobo de que exatas é coisa de homem! Mas estamos aqui para mudar isso! Acho que aos poucos vamos conseguir mudar esse cenário.

Não deixe que preconceitos e dificuldades lhe impeçam de fazer algo.

E faça acontecer por você mesma, não porque precisa provar para outras pessoas do que é capaz!

Blog: Pode passar um contato para quem quiser conversar com você.

Twitter: @loiane

Facebook: https://www.facebook.com/loianegroner

Blog: http://www.loiane.com

Linkedin: linkedin.com/in/loiane

Compartilhe

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *